Inteligência Artificial
Indústria 4.0: saiba mais sobre seus impactos e vantagens!

A indústria 4.0, também chamada de quarta Revolução Industrial, é o termo utilizado para abordar a transformação pela qual diferentes empresas e fábricas vêm passando nos últimos anos para desenvolverem produtos de maneira cada vez mais diferenciada. 

Em resumo, podemos entender a indústria 4.0 como o que há de mais moderno e inovador no ramo industrial. 

Ou seja, trata-se do uso de novas tecnologias capazes de potencializar o dia a dia dos trabalhadores operacionais, garantindo uma produção mais eficiente e qualificada para as organizações. 

Entre os recursos mais utilizados na indústria 4.0 para a geração de soluções e mercadorias, estão: 

  • Uso de inteligência artificial

  • Internet of Things (ou aplicações da Internet das Coisas)

  • Análise de dados

  • Cloud computing (Computação em nuvem)

  • Machine learning (Máquinas inteligentes para análise de dados)

  • Robótica

  • Nanotecnologia

  • Biotecnologia

  • Cibersegurança

  • Fabricação aditiva

  • Realidade Aumentada

  • E muito mais!

 

Origem da Indústria 4.0

Na visão do alemão Klaus Schwab, diretor e fundador do Fórum Econômico Mundial, a Indústria 4.0 é uma realidade no mundo inteiro.

Segundo ele, essa nova fase na industrialização chegou para transformar fundamentalmente a forma como vivemos, como trabalhamos e como nos relacionamos.

Na visão de Schwab, este novo modelo deve ser visto como uma mudança total de paradigma, e não apenas como mais uma novidade no desenvolvimento tecnológico mundial.

Como sabemos, a terceira revolução industrial baseou-se no uso de eletrônicos, tecnologia da informação e das telecomunicações para aprimorar o trabalho da indústria. O que vemos na indústria 4.0 é a automatização do trabalho a partir de sistemas que reúnem máquinas e processos, construídos a partir da infraestrutura criada pela revolução digital. 

“A quarta revolução industrial não é definida por um conjunto de tecnologias emergentes em si mesmas, mas a transição em direção a novos sistemas que foram construídos sobre a infraestrutura da revolução digital”, esclarece Schwab, no livro "A Quarta Revolução Industrial", de sua autoria. É o que podemos chamar de indústria inteligente!

Cientistas afirmam que os primeiros passos da indústria 4.0 começaram a ganhar notoriedade a partir da década de 2010, na Alemanha. No Brasil, a aderência ao conceito da indústria 4.0 ainda caminha em passos lentos, porém, crescentes. Muitos gestores e organizações já enxergam esse movimento inovador como uma oportunidade para expansão.

 

Características das revoluções industriais

Os processos industriais consistem basicamente em um modelo universalmente conhecido de transformar matéria-prima em produtos comercializáveis. 

Ao longo da história, vimos a indústria mundial sofrer intensas transformações que contribuíram significativamente para o desenvolvimento econômico e social de muitos países. 

Em resumo, podemos distinguir as fases da Revolução Industrial da seguinte forma: 

  • Primeira revolução industrial: surgiu na Inglaterra no fim do século XVIII, transformando processos artesanais em atividades mais rápidas a partir do uso de carvão, vapor e ferro na produção.

 

  • Segunda revolução industrial: ocorreu em meados do século XIX com o uso da eletricidade, da química e do petróleo para a massificação da manufatura, tendo como destaque o desenvolvimento de aviões, meios de transporte, refrigeradores, itens de guerra e alimentos enlatados.

 

  • Terceira revolução industrial: uso de computadores e novas tecnologias para dar mais agilidade a diferentes processos e ao desenvolvimento científico.

 

Indústria 4.0: o que trouxe de benefícios para a sociedade?

Embora a indústria 4.0 ainda seja algo recente, os impactos gerados pela sua chegada já são percebidos nos modelos de trabalho das fábricas, na forma de relacionamento entre as pessoas, no uso da tecnologia no dia a dia, nas atividades de consumo etc.

A automação, por exemplo, já é algo comum na rotina das pessoas. Os smartphones também ganharam funcionalidades cada vez mais avançadas, que são capazes de auxiliar o cotidiano de adultos, jovens, crianças e idosos. 

Além disso, graças às novas inovações da indústria 4.0, novos empregos surgiram para ocupar o espaço de atividades já ultrapassadas. 

Entre os diferenciais que mais se destacam neste cenário de grandes mudanças e revolução digital, os principais deles englobam:

  • Ganho de agilidade

  • Maior nível de automação

  • Redução de custos

  • Possibilidade de melhorias nos processos

  • Maior nível de eficiência e inovação

Nas indústrias, podemos afirmar que o uso das tecnologias digitais, como robótica, inteligência artificial, e sensores sofisticados, revolucionou a produção industrial e ajudou as companhias no alcance de resultados cada vez mais satisfatórios. 

É um caminho que não tem mais como voltar atrás porque a revolução veio para ficar!  

Mais lidas








Matérias relacionadas


Conheça

Alguns de nossos clientes e parcerias



Ao acessar esse site, eu concordo e dou meu consentimento à TARGETWARE INFORMÁTICA LTDA para partilhar cookies e dados de acesso com sociedades do grupo, incluindo, mas não se limitando a afiliadas e subsidiárias, para finalidades descritas na Política de Privacidade. Eu li, compreendi e concordo com a Política de Privacidade e Termos de Uso. Saiba mais

Aceitar